“Isto já não é mais aviação!”. “É cortesia.”

You may also like...

1 Response

  1. pstrasdas disse:

    Pelo menos deveriam ser mais transparentes quanto a isso, como fez a Webjet, que cortou em definitivo as “refeições” gratuitas a bordo e tem apenas alimentos e bebidas no seu cardápio, pago a parte.

    A Gol, inclusive, menciona em seu site a venda a bordo (http://www.voegol.com.br/InformacoesUteis/Paginas/servicodevendabordo.aspx), mas em apenas alguns trechos ou seja, o trecho que não é atendido, contenta-se mesmo com um kit “fome no avião”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *