A arte da Inteligência

HomeInteligência CompetitivaA arte da Inteligência

A arte da Inteligência

Arte

"A Arte da Inteligência pode extrapolar a realidade, exagerar coisas aceitas ou simplesmente criar novas formas de se perceber a realidade"

A arte (do latin ars) normalmente é entendida como a atividade ligada a manifestações de ordem estética por parte do ser humano. A Arte pode ser definida como aquilo que não é relacionado diretamente à sobrevivência ou à reprodução, mesmo que reflita algo sobre essas questões, portanto, sendo desenvolvida apenas quando essas duas primeiras questões estão resolvidas.

Em algumas sociedades, as pessoas consideram que a arte pertence à pessoa que a criou. Geralmente consideram que o artista usou o seu talento intrínseco na sua criação. Essa visão (geralmente da maior parte da cultura ocidental) reza que um trabalho artístico é propriedade do artista.

Ernst Gombrich, famoso historiador de arte, afirmou que nada existe realmente a que se possa dar o nome de Arte. Existem somente artistas.

Outras sociedades consideram que o trabalho artístico pertence à comunidade. O pensamento é levado de acordo com a convicção de que a comunidade deu ao artista o capital social para o seu trabalho. Nessa visão, a sociedade é um coletivo que produz a arte através do artista, que apesar de não possuir a propriedade da arte, é visto com importância para sua concepção.

Contudo, como se pode verificar, em cada quadra histórica houve contradições quanto à honra ou ao gosto pela arte, indicando assim o tipo de moral que a sociedade exercia.

Sendo um fenômeno cultural, a arte também pode ser entendida como o produto ou processo em que o conhecimento é usado para realizar determinadas habilidades . Neste caso, regras absolutas sobre a arte não sobrevivem ao tempo, mas em cada época, diferentes indivíduos escolhem como devem compreender o fenômeno. Este é o sentido pretendido para A Arte da Inteligência .

Enquanto espaço virtual, A Arte da Inteligência pode extrapolar a realidade, exagerar coisas aceitas ou simplesmente criar novas formas de se perceber a realidade em uma ambiência cada vez mais caótica e controvertida.

Evocando toda a nossa vivência e capacidade de interpretação, seja intelectual, emocional e sensorial, eu os convido a penetrar no universo da informação em ação, a informação tangida em resultados, buscando com isso entender melhor as possibilidades e limitações do presente para vislumbrar alternativas mais satisfatórias do nosso porvir.

“Inteligência cria relações e vínculos entre as pessoas”
Walter Felix


Walter Felix

Walter Felix Cardoso Jr – Doutor em Ciências Militares pela Escola de Comando e Estado-Maior do Exército. Doutor em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de Santa Catarina. Especialista em análises e atividades de Inteligência Competitiva e Contra-inteligência Empresarial. Professor da Unisul.